DIVULGAÇÃO DO ÚLTIMO RELATÓRIO DA OCDE REMETE REFLEXÕES QUANTO AO CURRÍCULO DAS ESCOLAS

Relatório anual da OCDE Education at a Glance expõe situação educacional do país desmoronando as promessas de progresso do XXI; li uma crítica de que não estamos colhendo os frutos do avanço tecnológico, previsão do século anterior, não foram todos que amadureceram , e os que amadurecem caíram perto de suas árvores, detalhes que a acessibilidade não previu. Segundo o relatório, dos 10,3 milhões de jovens brasileiros de 15 a 17 anos, 1,5 milhão não se encontrava matriculado em 2015 (último dado disponível). Outro 1,9 milhão abandonou a escola ou foi reprovado (1,2 milhão), desperdício dos R$ 7 bilhões investidos na manutenção das ecolas e de todo trabalho dos professores. É certo que houve uma pequena evolução em comparação com a pesquisa anterior, no entanto temos 22% de jovens brasileiros fora das escolas ainda e se continuarmos nesse ritmo quantos séculos serão necessários para inclusão e garantia de acesso e permanência dessas moças e moços, esperanças de um futuro que almejamos . Contrapartida aos dados, podemos afirmar que nunca tivemos tanto acesso ao conhecimento, nunca se produziu tantos bens de consumo e alimentos, a comunicação é feita em segundos, a tecnologia cada vez mais avançada. Investiu-se em tratados, convenções, acordos, conferências, metas para desenvolvimento sustentável, discursos de inclusão, acessibilidade, currículo , mas para quem? Toda essa racionalidade e conhecimentos acumulados não modificaram ainda as desigualdades sociais. Minha humilde opinião de educadora de um pomar bem pequeno comparado as grandes cidades, é de que não temos pensado no adubo, sabe àquele que que se mistura à terra para fertilizá-la ou regenerá-la? Pois bem... Nossas crianças e jovens principalmente,precisam de estímulos para permanecerem nas escolas, especialmente agora com a crise econômica que o país está vivenciando e que recruta-os para o trabalho pela sobrevivência da família, aumento os índices de evasão, sem contar os que fogem das desavenças familiares provocadas também por toda a vulnerabilidade social que a as crises econômicas favorecem, indo para as drogas , para o crime , adultização precoce, gravidez infantil e violências de toda sorte, ou azar. Várias ações precisam ser implantadas para agilizarmos o preparo de jovens especializados em mudar esse quadro de desigualdades e descrenças. Várias são as causas da evasão escolar e todas devem ser tratadas; há que pensar-se em formação de professores, medidas de infraestrura básica para as famílias, segurança, e mais do que tudo, buscar-se inovações que tragam as crianças e o jovens para dentro da escola por prazer de estar lá. Os frutos não amadurecem sem os cuidados que necessitam: o sol, a água, os minerais e adubos, estes dependem de um currículo inovador, parte disso já vejo garantido na nova Base Curricular que prevê flexibilades que eram necessárias para o Ensino Médio, mas uma boa parte dependerá do esforço de todos, poder público, sociedade civil organizada, professores e muita doação de fé, tempo, boa vontade , trabalho voluntário e filantropia. Pelos olhos do Instituto Cades, vejo o Esporte como um dos minerais do adubo, talvez o sal que da sabor às aulas e a vida; se está presente faz toda a diferença. Sem ele a rotina fica insossa, sem prazer. Como já falamos nas matérias anteriores, o esporte é disparador do desenvolvimento cognitivo e estimulador das boas relações sociais. É por ele também que muitos jovens enxergam outras perspectivas de vida e que faz a escola ser prazerosa. Temos muitas experiências positivas aqui no nosso pomar, que é pequeno, mas tem produzido frutos!!! Fonte: http://agenda2020.com.br/2016/09/ocde-divulga-relatorio-anual-sobre-situacao-da-educacao-no-mundo/ http://www.keepeek.com/Digital-Asset-Management/oecd/education/education-at-a-glance-2016_eag-2016-en#.V9qxRpgrJdg




Por Lucimara Loro - Gestora na rede Municipal -Foramção : Pedagogia - PUC-SP

pós graduada em Psicopedagogia; Didática no Ensino Superior, Gestão e coordenação Pedagógica;

Siga
  • Facebook Basic Square